Unidas contra a Violência Obstétrica

27 September 2016
 

Unidas contra a Violência Obstétrica

A bióloga Ligia Moraes Sena abriu os olhos para a violência obstétrica quando se tornou uma de suas vítimas. Ela convocou outras mulheres pela internet para editar o documentário “VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA – A voz das brasileiras”, que serviu de ponto de partida para grupos feministas organizarem uma frente de luta contra a violência obstétrica. Em Santa Catarina, a doula Gabriela Zanella conseguiu mudar a legislação estadual para que unidades de saúde públicas e privadas passem a disponibilizar os serviços dessas profissionais às gestantes.

A reportagem é do Saia Pelo Brasil, quadro do programa Saia Justa que mostra mulheres que resolveram arregaçar as mangas e mudar o mundo. O conteúdo foi cedido pelo canal GNT em apoio ao programa #ElaFazHistória.