Patrícia Borges

Conheça Patrícia

Patrícia Borges
A circulação de imagens permite que os corpos trans sejam amados e faz as nossas palavras ecoarem mais longe.

Patrícia Borges é e foi sua “própria professora”. Expulsa de casa aos 13 anos de idade, persistiu na educação e concluiu o Ensino Médio aos 25. Hoje, aos 28 anos, ela almeja a faculdade de Direito, e dessa vez não vai ter que batalhar pelo sonho sozinha.

Patrícia é a aluna mais antiga do Cursinho do Coletivo Transformação, que prepara pessoas trans e travestis de São Paulo para o ENEM. “O Coletivo é independente e feito por voluntários cis e trans. É maravilhoso ver pessoas trans num espaço seguro onde podem ser quem são, onde podem trocar conhecimentos para a vida e podem ter metas, expectativas e sonhos. Essa é a função do Transformação”, explica.

Esse ambiente deu forças para que Patrícia desenvolvesse seus talentos como escritora, professora e palestrante. Antes mesmo de ingressar na Academia, ela publicou suas poesias e hoje é estudada em universidades nacionais e internacionais. Seu livro é parte da Antologia Trans – cuja primeira tiragem esgotou – e já chegou “até mesmo nas mãos da Judith Butler”, comemora, citando a filósofa americana que é uma das mais importantes referências no cenário feminista contemporâneo.

Patrícia atribui parte do sucesso da Antologia Trans à divulgação no Facebook, algo que a comunidade trans, especialmente os grupos voltados para educação e formação, têm como exemplo: “Hoje todos os Transaraus (saraus de leitura de autores e com público trans) divulgam publicações oficiais como eventos do Facebook. Sobretudo, o Facebook é um lugar que promove encontro e fortalecimentos de comunidades excluídas dos espaços de sociabilidade”, explica.

Ela também segue usando a rede como ferramenta de afirmação de sua identidade e autoestima. “A circulação de imagens permite que o meu corpo e os corpos trans sejam amados e reverenciados e faz as nossas palavras ecoarem muito mais longe, desfazendo falsas verdades da sociedade”.

Com esta trajetória de peso, Patrícia é hoje peça fundamental do Coletivo Transformação, atuando também como produtora, mentora, empreendedora e, como ela mesma gosta de dizer, entre risadas: musa inspiradora. Além de toda essa responsabilidade, ela também é professora e “oficineira” de poesia no Sesc e na ONG Ação Educativa. “Cada uma dessas atuações tem sido transformadora na minha vida e na das pessoas que têm contato com o Coletivo”, diz.

Conheça o Coletivo Transformação.

Artigo anterior Próximo artigo

To help personalize content, tailor and measure ads, and provide a safer experience, we use cookies. By clicking or navigating the site, you agree to allow our collection of information on and off Facebook through cookies. Learn more, including about available controls: Cookies Policy